Logo da Universidade do Estado de Santa Catarina

Centro de Ciências Agroveterinárias

Notícia

10/12/2020-16h20

Libras nos anos iniciais é tema de tese defendida pela primeira doutoranda surda da Udesc

 
Tese de doutorado de Geisielen Santana Valsechi foi defendida nesta quinta, 10 de dezembro, por meio virtual
A doutoranda Geisielen Santana Valsechi, do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE), do Centro de Ciências Humanas e da Educação (Faed), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), defendeu na manhã desta quinta-feira, 10, a sua tese de doutorado intitulada “Currículo de Libras em análise: Possibilidades de implementação nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental”, orientada pelo professor Lourival José Martins Filho.

Geisielen é professora do Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), vinculada aos grupos de pesquisa Didática e Formação Docente (Nape) e Prolinguagem, da Udesc Faed, e a primeira acadêmica surda a concluir um curso de doutorado na Udesc.

Na tese foi explorado o fato de que a maioria das escolas brasileiras, públicas ou privadas não possuem oficialmente em seus currículos o ensino da Libras/L2 para as crianças ouvintes.

O objetivo geral da pesquisa foi analisar o processo de implantação do ensino de Libras nos anos iniciais do ensino fundamental, por meio da experiência do Colégio de Aplicação da UFSC, com a perspectiva da importância da criação da disciplina de Libras como L2 em todo o país.

Em sua dedicatória a doutoranda Geisielen escreveu: “Dedico este impactante trabalho, a mim mesma, como pessoa surda que ocupou uma vaga em um espaço que nunca antes havia sido ocupado. Dedico também a toda a equipe da Faed e da Udesc por aceitarem a mim como primeira Surda a participar do programa de pós-graduação. Não foi um caminho fácil ser pioneira na trilha do doutorado, ocupando esse espaço que majoritariamente sempre foi ocupado por ouvintes, sendo que, de certa forma, chamei muita atenção pela minha diferença linguística. Mas agradeço a todos que aceitaram a minha presença por meio do aceite da minha vaga e o vislumbre da abertura de novas vagas sendo ocupadas pela comunidade surda. Com um coração solidário aceitaram não só a minha presença, mas de muitos outros surdos neste programa, por isto a minha luta em defesa da língua de sinais e da comunidade surda na Faed se torna reconhecida”.

Para a Professora Dalva Godoy, coordenadora do PPGE e líder do grupo de pesquisa Prolinguagem, este trabalho reafirma o compromisso do programa e do grupo no processo de formação de profissionais da educação altamente qualificados para os diversos contextos educativos.

A tese foi avaliada pela banca examinadora composta pelas professoras Alba Regina Battisti de Souza e Sônia Maria Martins de Melo, ambas do PPGE da Udesc Faed; pela professora Adriana Regina Sanceverino, da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS); pela professora Ana Regina e Souza Campello, da Universidade Federal Fluminense (UFF); e pelos professores Tarcísio de Arantes Leite e Victor Julierme Santos da Conceição, ambos da UFSC.

A banca destacou o ineditismo da temática, a qualidade do trabalho apresentado e recomendou ampla publicação.

A tese foi apresentada na Rede Nacional de Pesquisa e contou o trabalho dos intérpretes: professora Stephanie Caroline Alves Vasconcelos e professor Giliard Bronner Kelm, do Núcleo de Acessibilidade (NAC), do Centro de Educação a Distância (Cead), da Udesc.

Assessoria de Comunicação da Udesc Faed
Jornalista Carolina Hommerding
E-mail: comunicacao.faed@udesc.br
Telefone: (48) 3664-8512




galeria de downloads
galeria de imagens
  • Imagem 1
  • Imagem 2
  • Imagem 3
  • Imagem 4
  • Imagem 5
 
ENDEREÇO
Av. Luiz de Camões, 2090
Conta Dinheiro, Lages / SC
CEP: 88.520-000
CONTATO
Telefone: (49) 3289-9100
E-mail: comunicacao.cav@udesc.br
Horário de atendimento:  07h às 19h
          ©2016-UDESC