Logo da Universidade do Estado de Santa Catarina

Centro de Artes

Notícia

08/02/2019-17h18

Conheça o Jornal do Itacorubi, publicação gratuita desenvolvida por grupo de pesquisa da Udesc

 
Distribuição do Jornal do Itacorubi. Foto:Observatório Móvel
Com os dizeres “O Jornal do bairro chegou. Pode levar, é grátis!”, o Jornal do Itacorubi, desenvolvido pelo grupo de pesquisa Observatório-móvel, da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), reúne dados e histórias sobre o bairro onde o campus 1 da universidade está localizado.

A publicação foi realizada no contexto do programa de extensão Mídias Táticas, do Centro de Artes (Ceart), coordenado pela professora do Departamento de Artes Visuais (DAV) Nara Milioli. Os 2.500 exemplares da tiragem impressa foram disponibilizados em diversos pontos do comércio local e também entregues de mão em mão pelo bairro.

Com colaboração dos artistas João Reginatto e Juliano Ventura, egressos dos cursos de graduação e de pós-graduação em Artes Visuais do Ceart, o projeto registrou histórias de moradores e frequentadores durante meses de envolvimento e investigação do Itacorubi. A partir desse processo, o conteúdo do jornal foi produzido pelos três editores, Nara, João e Juliano, e contou com uma série de colaboradores, entre moradores do bairro, professores e alunos da graduação da Udesc e outros profissionais convidados.

Como resultado dessa pesquisa, o jornal traz em suas páginas informações sobre o processo de ocupação do bairro, as transformações por que este passou e as diferentes percepções que os moradores têm a respeito do lugar onde vivem, além de curiosidades, dicas, enquetes e receitas. Uma das seções mais inusitadas encontra-se no final do volume com informações sobre os horários de ônibus que passam no bairro. A respeito da linha 178 Saco Grande Via HU, publicaram: “Tem tão poucos horários, e apenas nos ‘dias úteis’ que decidimos não os colocar aqui”. Colocações bem-humoradas e em tom informal se mesclam à discussão de temas como a especulação imobiliária, da qual o Itacorubi tem sido alvo, e a discriminação sociorracial, entre outros assuntos pertinentes ao bairro.

Nara, João e Juliano pontuam que o projeto surgiu da vontade de pensar o jornal de bairro como proposição artística e o modo como essa mídia poderia viabilizar o contato com um público mais diverso que os habituais consumidores de artes visuais e produções acadêmicas. A isso se somou o caráter contextual da proposta como projeto de extensão: “Nossa atenção se voltou ao Itacorubi pelo fato de não haver um jornal de bairro em circulação e porque é onde se localiza a Udesc. Uma vez que é finalidade da extensão universitária estimular a interação com a comunidade, o projeto surgiu como possibilidade de pensar as relações dessa universidade com o seu entorno mais próximo, sobretudo por ter sido a construção do campus determinante no modo de ocupação e urbanização do bairro onde se situa”, afirmam.

O lançamento do Jornal do Itacorubi ocorreu em dezembro de 2018 no hall de um supermercado nas proximidades do campus universitário. Como modo de expandir a presença da publicação no bairro para além do público alcançado por meio dos mais de 15 pontos de distribuição, foram entregues também exemplares pelas ruas: em mãos; em caixas de correio; nos pára-brisas de carros; nos bancos das praças e dos ônibus. A professora Nara comenta que o processo de distribuição do jornal está sendo bastante significativo, pois é quando se vê o real impacto do projeto junto a seu público alvo. Uma das pessoas que recebeu o jornal foi Seu João Batista, funcionário aposentado da Udesc, que em seu sítio escondido à beira da rodovia Admar Gonzaga compartilhou memórias do tempo em que ia trabalhar a cavalo. “Ele ficou emocionado e muito agradecido ao ver suas histórias nas páginas do jornal”, afirma Nara.

Ao final da produção e distribuição do jornal, obtiveram um retorno da comunidade em forma de comentários e e-mails de moradores. “Muitos sugeriram novas pautas para uma possível próxima edição, outros queriam mais exemplares para compartilhar com a família, os vizinhos e os amigos”, diz Nara. A professora comenta ainda que a publicação se tornou um registro histórico do bairro, como apontaram alguns dos próprios leitores com quem conversou.

Observatório Móvel

Observatório-móvel é um grupo de pesquisa da Udesc Ceart, vinculado ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Artistas que participam do grupo analisam os usos dos espaços públicos e as possibilidades de ação direta nos centros urbanos por meio da prática artística. As atividades realizadas envolvem caminhadas, encontros de estudo, jardinagem, oficinas, produção audiovisual e gráfica, projeções e economia informal.

Leia a publicação do Jornal no ISSUU


Assessoria de Comunicação da Udesc Ceart
E-mail: comunicacao.ceart@udesc.br
Telefone: (48) 3664-8350

Atualizado em 15/02/2019, às 15h52.

galeria de downloads
galeria de imagens
notícias relacionadas
 
ENDEREÇO
Av. Madre Benvenuta, 1907
Itacorubi, Florianópolis / SC
CEP: 88.035-901
CONTATO
Telefone: (48) 3664-8300
E-mail: comunicacao.ceart@udesc.br
Horário de atendimento:  07h às 19h
          ©2016-UDESC