Logo da Universidade do Estado de Santa Catarina

Centro de Artes, Design e Moda

Notícia

09/05/2022-18h07

Evento “O que é o 13 de maio” acontece nesta semana na Udesc Ceart

 
O artista plástico Daniel Lima dará oficinas e palestra. Foto: Arquivo pessoal de Daniel Lima.
Desconstruir e provocar a reflexão e discussão em torno do tema da abolição da escravatura no Brasil, assinada em 13 de maio de 1888, conhecida por “Lei Áurea” e assinada pela Princesa Isabel, é o que objetiva o Núcleo Diversidade, Direitos Humanos e Ações Afirmativas (Nudha), do Centro de Artes, Design e Moda (Ceart) da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), com o evento “O que é o 13 de maio”.

O evento põe em cheque o que a lei pressupunha. "Durante a semana, o núcleo realiza atividades para dar lugar à reflexão sobre o tema, no sentido de desconstruir e provocar o debate em torno da farsa dessa lei e seus efeitos. O Nudha escancara as consequências da lei no Brasil contemporâneo, onde se percebe um acirrado racismo estrutural, político e ambiental", declara a organização do evento.  

Programação

A programação, que iniciou nesta segunda-feira (9), inclui a oficina de grafite “Processo criativo nas artes urbanas”, organizada em parceria com o Ceart Aberto. Nela a artista plástica Monique Cavalcante, a Gugie, criará um mural com os participantes, na parede do prédio das Artes Cênicas do Ceart. A atividade acontece até sexta-feira (13), dia em que o mural será inaugurado. As inscrições são gratuitas e acontecem no local. As vagas estão limitadas até 20 pessoas. Na sexta-feira, 13 de maio, ainda acontece o show dom o grupo Africatarina, previsto para às 12h, no Teatro de Arena da Udesc Ceart.

Outras três atividades acontecem com o artista plástico Daniel Lima. Em parceria entre o Nudha e o Projeto Integrado do Departamento de Artes Visuais (DAV), Daniel fará a intervenção artística “Pergunta-Ação”, na sexta-feira (13), das 8h30 às 12h30. “Palavras-cruzadas, lugares de fala contemporâneos” é a palestra marcada com ele, também na sexta, às 17h30.

No sábado (14), Daniel comanda a oficina “Videoinstalação participativa”, das 9h às 12h, na qual os participantes usarão óculos 3D e interagem na atividade. Inscreva-se nesta oficina clicando aqui. As atividades com Daniel Lima acontecerão no auditório do Bloco Amarelo, do Ceart.

A palestra de Daniel se dá a partir de um projeto recente do artista que leva o mesmo nome. Nele, Daniel entrevistou 13 pessoas que contam seus modos de vida, seus “estar” no mundo e suas culturas.   O projeto tem o objetivo de conhecer e valorizar diferentes pessoas que integram o Brasil contemporâneo, respeitando suas individualidades, seus “estar” no mundo enquanto cidadãos produtores de conhecimento ou de serviços. “A pesquisa e a arte apresentada por Daniel vem ao encontro dos objetivos do Nudha: uma plataforma de debate sobre a diversidade política, social, educacional, de raça e gênero e de modos de vida”, completam as organizadoras.

Sobre a intervenção artística, Daniel afirma ser um ponto de interrogação: “Interrogação como tensão, em relação à qual devemos evitar, a todo o custo, a tentação de responder, solucionar, decifrar. É preciso mantê-la como vibração o máximo que possamos aguentar. A partir deste pressuposto, proponho a prática da Pergunta-Ação. Como a interrogação, seja de forma explícita ou implícita, pode criar um gesto poético? Como a interrogação pode ser um antídoto à posição política panfletária? Nesta oficina vamos exercitar a pergunta-ação em grupo apoiado no triângulo do contexto, urgência e forma”, explica Lima.

Sobre Daniel Lima

Desde 2001, Daniel realiza intervenções e interferências nos espaços urbanos e integrou coletivos que desenvolvem pesquisas relacionadas às questões raciais. Membro fundador de “A Revolução não Será Televisionada”, “Política do Impossível” e da “Frente 3 de fevereiro”, Daniel atua com interferências políticas poéticas e em seus projetos questiona as exclusões sociais, o racismo e a desigualdade política, social e cultural.

Daniel é bacharel em Artes Plásticas, formado pela Escola de Comunicação e Artes (ECA/USP), mestre em Psicologia Clínica, pelo Núcleo de Estudos da Subjetividade (PUC/SP) e, atualmente, doutorando no curso de Cinema da USP. Além disso, Lima é diretor da produtora e editora “Invisíveis Produções”.

Acesse o perfil do Nudha no Instagram, o canal do YouTube e a página na internet do grupo.

Notícia editada em 11/5/2022, às 12h54.

Assessoria de Comunicação da Udesc Ceart
E-mail: comunicacao.ceart@udesc.br
Telefone/WhatsApp: +55 (48) 3664-8350    





galeria de downloads
galeria de imagens
  • Imagem 1
 
ENDEREÇO
Av. Madre Benvenuta, 1907
Itacorubi, Florianópolis / SC
CEP: 88.035-901
CONTATO
Telefone: (48) 3664-8300
E-mail: comunicacao.ceart@udesc.br
Horário de atendimento:  07h às 19h