Logo da Universidade do Estado de Santa Catarina

Notícia

26/11/2020-17h37

Projetos da Udesc visam a sustentabilidade e a preservação da história da Moda

Programas de Extensão Modateca e Ecomoda da Udesc Ceart desenvolvem atividades há mais de uma década

 
"100 anos da Moda em SC" e "Floripa Eco Fashion" são eventos dos programas. Foto1: Div. Foto2: Jerusa Mary
O Centro de Artes (Ceart) da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) tem desenvolvido ao longo dos seus quase 35 anos de existência – que serão comemorados em dezembro de 2020 – diversos programas e projetos de extensão. Dentre eles, o curso de Moda desenvolve os programas Modateca e Ecomoda.

Foi com apoio do corpo docente, discente e comunidade, que o professor José Alfredo Beirão Filho conseguiu dar início a implantação de um espaço voltado à memória a partir o programa de extensão “Modateca: Espaço para Preservação de Moda e Vestuário”.  Isso aconteceu em 2003 e o objetivo foi o de contribuir para a formação de uma memória têxtil em Santa Catarina. Hoje, seu acervo, com mais de quatro mil peças de roupas e acessórios doados, conta a história da moda catarinense. Para a preservação, todas as peças foram tombadas, catalogadas e classificadas: desde peças do vestuário, trajes de uso pessoal, até coleções de antigas modistas, alfaiates, costureiros, plissadeiras, chapeleiras e bordadeiras. Além disso, o acervo apresenta acessórios de moda de diferentes épocas e origens, e resultados de pesquisas, livros, periódicos, catálogos e fotografias.

A decisão, acerca da criação do Modateca, há 17 anos, também foi respaldada na mudança ocorrida no setor do vestuário, em que o produto passou a agregar um novo valor: a moda. “Preservar a memória cultural de uma sociedade não significa atrelá-la ao passado e impedir o seu desenvolvimento, mas sim conservar seus pilares constituintes a fim de não perder conhecimentos e identidade”, afirma Beirão.

O programa Ecomoda Udesc é outro destaque da extensão universitária, dentro do curso de Moda do Ceart. O Ecomoda surgiu em 2005 e tem como foco a capacitação em moda sustentável para contribuir com a redução do excesso de roupas descartadas, prolongando seu uso.

Com a participação do curso de Moda da Udesc no 36º Congresso Mundial de Vegetarianismo, em 2004, e no 1º Veg Fashion , realizado em 2005, o Ecomoda começou a tomar forma com idealizações socioambientais como a diminuição do impacto ambiental causado pelo consumo e descarte desenfreado dos produtos de vestuário e a criação de oportunidades para os jovens de baixa renda que ingressavam nas oficinas e cursos do Ecomoda.

Eventos gerados pelos programas

Floripa Eco Fashion
Com a ideia de disseminar o conceito de sustentabilidade na área da moda por meio da educação para uma produção e um consumo com responsabilidade socioambiental, e ainda a valorização da cultura local, surgiu o Floripa Eco Fashion, que teve duas edições, a primeira em 2018 e a segunda em 2020, durante o Festival Internacional de Arte e Cultura José Luiz Kinceler (FIK), em fevereiro de 2020.

Dividido em quatro dias de programação com palestras, oficinas, exposições e desfile valorizando o fazer da moda com menos impactos socioambientais, o evento contou com a presença de importantes nomes da área da moda que atuam com sustentabilidade.

A professora Neide Schulte e equipe do Instituto Trama Ética, fundado em 2013, que é ONG com a participação de ex-alunos, professores e a comunidade, planejam a terceira edição do evento que, segundo ela, “se consolida a cada ano, com participação da comunidade acadêmica e externa no debate sobre a sustentabilidade na moda”.

Mostra “100 anos de Moda em Santa Catarina”
A mostra “100 anos de Moda em Santa Catarina”, realizado em setembro de 2019, no Museu Histórico de Santa Catarina, permitiu a divulgação do acervo do programa Modateca. Na exposição, o público pôde conferir o acervo. Trajes, fotos e objetos sob a curadoria do coordenador e das estudantes do curso de Moda Lorrainny Barbosa, Kathelyn Passos e Alice Paz, desvendaram um pouco do universo da moda no século 20 no Estado. Na exposição os objetos foram distribuídos por décadas e modelos, resgatando o trabalho de profissionais anônimos ou não que, numa época de poucos recursos, elaboraram soluções para atender suas clientes e realizar os sonhos e desejos criados pela moda dos figurinos de revistas, das estrelas do rádio e do cinema, adaptados à realidade local.

No acervo encontram-se peças criadas por estilistas catarinenses como Olga Mafra, Dorotéia Couto, Galdino Lenzi, José Gomes, Érica Wise Thiesen, Gesoni Pawlick, Romão e Nilma Vieira, bem como  criações de outros profissionais renomados como Hubert de Givenchy, Christian Dior, Valentino, Denner Pamplona de Abreu, Rui Spohr, Mary Staeglader, João Francisco Goldmann e Reinaldo Lourenço. O espaço para pesquisa de moda e vestuário funciona diariamente na Biblioteca Central da Udesc, em Florianópolis.

Confira as redes sociais dos projetos integrados ao Ecomoda Udesc
Confira as redes sociais do Modateca: Facebook e Instagram

Assessoria de Comunicação da Udesc Ceart
E-mail: comunicacao.ceart@udesc.br
WhatsApp: (48) 3664-8350

galeria de downloads
galeria de imagens
  • Imagem 1
notícias relacionadas
 
ENDEREÇO
Av. Madre Benvenuta, 1907
Itacorubi, Florianópolis / SC
CEP: 88.035-901
CONTATO
Telefone: (48) 3664-8300
E-mail: comunicacao.ceart@udesc.br
Horário de atendimento:  07h às 19h