Logo da Universidade do Estado de Santa Catarina

Centro de Artes

Notícia

14/11/2018-16h56

Udesc sobe para 13 o número de premiações no Concurso Latino-Americano Rosa Mística

 
 Os estudantes de bacharelado em piano na Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) Antônio Boabaid, Camila Falcão e Henrique Fortunato sobem para 13 o número de premiações da Udesc no Concurso Latino-Americano de Piano Rosa Mística. Assim como em 2017, todos os participantes da Udesc foram premiados em outubro deste ano na 37º edição do evento. Antônio Boabaid ganhou pela segunda vez consecutiva o primeiro lugar no concurso. Camila Falcão ficou em 3º lugar, e Henrique Fortunato recebeu menção honrosa. 

O Concurso Latino-Americano Rosa Mística acontece em Curitiba desde 1982 e reúne alunos de música de toda a América do Sul. Há competição entre estudantes por faixa etária (até 7 anos, 8 a 10, 11 a 13, 14 a 17, 18 anos e categoria sem limite de idade). Na categoria sem limites de idade os participantes tiveram que apresentar uma peça de 15 minutos de um compositor brasileiro, outra de um compositor estrangeiro, e uma das 24 peças do Cravo Bem Temperado (coletânea de Johann Sebastian Bach).

O concerto aconteceu no Auditório Brasílio Itiberê dia 6 de outubro, em Curitiba, no Paraná. Antônio Boabaid concorreu com Fuga BWV 868 de J. S. Bach, Hommage à Chopin (balada) de H. Villa Lobos, e Estudo nº 5 Op 39 de S. Rachmaninoff. Camila Falcão executou a Fuga XVI BWV 861 de J. S. Bach, O Boizinho de Chumbo de H. Villa Lobos, e Sonetto 104 del Petrarca de F. Liszt. Henrique Fortunato tocou Prelúdio nº 18 de J. S. Bach, Choros nº 5 de H. Villa Lobos, e Sonatta Op 31 nº 2 (3º mov) de L. Beethoven.

Sobre os Músicos

Antônio José Wanzin Boabaid nasceu na cidade de  Frederico Westphalen, de cerca de 26 mil habitantes, em 1999. Seu encanto pela música começou quando tinha 13 anos no aniversário de uma amiga. Lá tocou teclado pela primeira vez. Ficou encantado com uma sequência de sons, e a partir daí foi atrás de aulas de piano. Decidiu tomar a música como carreira profissional depois de uma viagem que fez para o Rio de Janeiro. Estava no primeiro ano do Ensino Médio, e durante as madrugadas, enquanto a família dormia, ficava ouvindo o seu ídolo Nelson Freire. Nesta viagem foi a primeira vez que viu um piano de cauda.  Estudou com a professora Maria Catarina Teston até iniciar no bacharelado de piano na Udesc em 2016, onde começou a estudar com o professor Luís Cláudio Barros. Entre as suas premiações foi vencedor duas vezes consecutivas do primeiro lugar no Concurso Latino-Americano Rosa Mística e recebeu menção honrosa no 2º concurso Casa da Música em Porto Alegre. Para o futuro pretende concorrer ao Concurso Souza Lima e depois da formatura ingressar em um mestrado em piano.

Camila Antunes Falcão, de 19 anos, ganha o 3º lugar do Concurso Latino-Americano Rosa Mística na sua estreia em competições. Iniciou aulas de piano com 5 anos de idade em Tubarão, sua cidade de origem. Até se mudar para Florianópolis, em 2014, participou de bandas de igreja e outros recitais pequenos organizados por sua professora Noemi Dias. Preparou-se para ingressar no bacharelado em piano na Udesc assim que veio para a capital. Em 2017, passou no vestibular e começou a estudar com o professor Maurício Almeida Zamith. Sua principal inspiração é a pianista Martha Argerich: “Ela é uma baita pianista. Ela é minha preferida no meio de tantos homens. Nos workshops e eventos para musicistas acho que a cada 10 pessoas uma é mulher”. Camila era a única mulher competindo na categoria sem limites de idade do Concurso Rosa Mística. Atualmente cursa a 4ª fase de Bacharelado em Música - Piano na Udesc e faz aulas quinzenais com a professora Olga Kiun em Curitiba (PR).

Henrique Tártare Fortunato também tem 19 anos e cursa a 4ª faze do Bacharelado em Música - Piano na Udesc. Natural de Florianópolis, mais especificamente do bairro Santo Antônio de Lisboa, começou a frequentar aulas de piano aos 13 anos. Seu primeiro contato com o instrumento foi brincando no piano da igreja enquanto seus pais estavam em alguma reunião ou evento que ele não podia participar. Assim como Camila, a menção honrosa no Concurso Rosa Mística é a sua primeira experiência com competições: “Foi bom conhecer outros pianistas, tocar em um ambiente diferente da universidade”. Henrique faz parte do programa de extensão Pianíssimo junto dos outros dois músicos anteriores.

Histórico de  acadêmicos da Udesc premiados

2005 – 1º lugar – Luiz Fernando Pacheco de S. Thiago – Bacharel em Violino
2008 – Menção honrosa - David Pierre Ardigo – Bacharel em Piano
2011 – 1º lugar – Mauren Frey – Bacharela e mestre em Piano
2013 – 1º lugar – Felipe Schlichting Pauptz – Bacharel em Piano
2015 – 2º lugar – Felipe Schilichting pauptz – Bacharel em Piano
2015 – 1º lugar – Pedro Tadeu Medeiros – Bacharel em Piano
2017 – 3º lugar – Arilton Medeiros – Pós-graduação em Piano
2017 – 1º lugar – Antônio Boabaid – Bacharelado em Piano
2017 – 1º lugar – Duo Capriccioso [David Ardigo e Elias Zanon] – os dois são bacharéis em piano e violino, respectivamente
2017 – 3º lugar – Lucas – Pós-graduação em Piano
2018 – 1º lugar – Antônio Boabaid – Bacharelado em piano
2018 – 3º lugar – Camila Falcão – Bacharelado em piano
2018 – Menção Honrosa – Henrique Fortunato – Bacharelado em Piano

Assessoria de Comunicação da Udesc Ceart
E-mail: comunicacao.ceart@udesc.br
Telefones: (48) 3664-8350

Esta reportagem foi apurada e escrita pelo estagiário de Jornalismo do setor, Rafael Moreira, sob supervisão e edição da jornalista Laís Moser.
galeria de downloads
galeria de imagens
 
ENDEREÇO
Av. Madre Benvenuta, 1907
Itacorubi, Florianópolis / SC
CEP: 88.035-901
CONTATO
Telefone: (48) 3664-8300
E-mail: comunicacao.ceart@udesc.br
Horário de atendimento:  07h às 19h
          ©2016-UDESC