Logo da Universidade do Estado de Santa Catarina

Centro de Ciências da Saúde e do Esporte

Notícia

25/10/2017-18h58

NOTA OFICIAL - Restaurante do Campus I da Udesc interrompe atendimento após ação de alunos

 
O Restaurante do Campus I da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), no Bairro Itacorubi, em Florianópolis, foi invadido por cerca de 30 alunos nesta quarta-feira, 25. O funcionamento do local ficou momentaneamente interrompido, mas foi retomado na mesma data após o fim dessa ação dos estudantes. O atendimento do restaurante segue normal para esta quinta-feira, 26.

Os cerca de 30 alunos almoçaram nesta quarta-feira sem pagar o valor da refeição cobrado pela empresa terceirizada, que foi licitada para fornecer serviços de alimentação. A ação dos estudantes provocou a interrupção temporária dos serviços devido aos conflitos com os trabalhadores do local, prejudicando o atendimento de acadêmicos, professores, técnicos e comunidade externa.

A instituição adotará as medidas que forem necessárias, nos âmbitos administrativo e jurídico, para evitar possíveis danos ao patrimônio público e garantir o funcionamento do restaurante e a integridade física das pessoas que frequentam ou trabalham no local.
      
A Udesc lamenta os acontecimentos, pois está sempre em busca do aperfeiçoamento da sua política de permanência estudantil, voltada para acadêmicos em situação de vulnerabilidade socioeconômica, com renda familiar per capita de até um salário mínimo e meio.

Série de medidas

A universidade vem realizando uma série de medidas para aprimorar os programas voltados à alimentação, que hoje beneficiam quase 800 estudantes em todo o Estado:

1. O Programa de Subsídio nas Refeições Oferecidas nos Campi da Udesc (Prosur) melhorou o edital e reajustou o valor do subsídio para R$ 6,50 por dia. Como o Restaurante do Campus I - Itacorubi tem refeição de almoço por R$ 7, a universidade negociou com a concessionária do local para os alunos obterem desconto total no almoço –  esse acordo atualmente beneficia 123 estudantes. Além disso, o restaurante ampliou a oferta de refeições em 2016, incluindo café da manhã, café da tarde e jantar.

O edital do Prosur para este semestre atende, ao todo, 498 acadêmicos da Udesc em todo o Estado, embora 630 vagas tenham sido abertas.

2. Outra ação da Udesc que beneficia os estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica é o Programa de Auxílio Permanência Estudantil (Prape), que simplificou o número de editais por ano (de oito para dois) e reajustou seus valores a partir de junho de 2017. O auxílio-alimentação, por exemplo, passou para R$ 250 por mês e atualmente é oferecido para 106 alunos do Campus I.

Ao todo, 277 estudantes da universidade no Estado recebem hoje o auxílio-alimentação do Prape.

3. Já chega a 775 o número total de alunos da Udesc que recebe algum tipo de benefício de alimentação. Além disso, a universidade está investindo, neste ano, um valor recorde de mais de R$ 17 milhões em programas de assistência estudantil e em vários tipos de bolsas, que também podem ser concedidas para quem já ganha o Prape ou Prosur, aumentando assim a renda do estudante em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

4. A Udesc está sempre aberta ao diálogo. A Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Comunidade (Proex), por exemplo, mantém um canal ativo de conversas com estudantes que recebem auxílios e buscam formas de aprimorar a política de permanência. Para construir essas melhorias de forma conjunta, com alunos e servidores, a universidade criou a Coordenadoria de Assuntos Estudantis (CAE), ligada à Proex, em 2016.

Além disso, houve duas reuniões sobre permanência estudantil nos últimos 30 dias (28 de setembro e 9 de outubro), envolvendo estudantes e gestores, entre eles o reitor da Udesc, Marcus Tomasi, e o pró-reitor de Extensão, Cultura e Comunidade, Fábio Napoleão.

5. Por ter aderido ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) em 2013, a Udesc deveria receber uma contrapartida do governo federal, que seriam recursos do Programa Nacional de Assistência Estudantil para as Instituições de Educação Superior Públicas Estaduais (Pnaest).

O governo federal, porém, só repassou os valores em 2016, após contatos frequentes da universidade com o Ministério da Educação (MEC). Por essa razão, a Udesc usou receitas do seu próprio orçamento para garantir a realização do Prosur.

6. A Proex segue à disposição para atender as demandas estudantis, sempre buscando o diálogo para soluções que beneficiem os estudantes da Udesc em situação de vulnerabilidade socioeconômica em todo o Estado. Os meios de contato são o e-mail cae.reitoria@udesc.br e o telefone (48) 3664-7930.

Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: comunicacao@udesc.br
Telefones: (48) 3664-7935/8010

* Essa nota foi atualizada às 11h20 desta quinta-feira, 26.
galeria de downloads
galeria de imagens
 
ENDEREÇO
Rua Pascoal Simone, 358 - Coqueiros - Florianópolis - SC
CEP: 88080-350
CONTATO
Telefone: (48) 3664-8600
E-mail: comunicacao.cefid@udesc.br
Horário de atendimento:  07h às 19h