Logo da Universidade do Estado de Santa Catarina

Centro de Educação Superior do Oeste

Notícia

27/06/2022-15h03

Udesc Oeste faz oficinas em Chapecó sobre tratamento de resíduos orgânicos

 
Ação apresentou Método Lages de Compostagem, criado pelo professor Germano Güttler - Fotos: Div.
O campus do Centro de Educação Superior do Oeste (CEO), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), em Chapecó recebeu uma oficina de tratamento de resíduos orgânicos na última terça-feira, 21, relacionada ao Método Lages de Compostagem (MLC), que foi desenvolvido pelo professor Germano Güttler, do Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV).

Iniciativa do projeto de extensão “Tratamento de resíduo orgânico: uma metodologia prática e sustentável no Oeste de SC", a ação mobilizou professores, técnicos, estagiários, estudantes e comunidade externa.  

O evento foi mediado pelos professores Cleuzir da Luz, diretor-geral da Udesc Oeste, e Germano Güttler, que integra o Departamento de Agronomia da Udesc Lages, onde coordena o Projeto Lixo Orgânico Zero.

Conforme os docentes, a atividade teve como objetivo propagar a ideia de que a prática da compostagem é uma grande aliada da empreitada da redução de lixo e do reaproveitamento dos resíduos orgânicos. "O Método Lages é bastante simples e mostra que todos podem aderir à prática", afirmam.

Método inovador

Güttler destaca que o método é inovador, "pois aceita todo tipo de material orgânico e pode ser feito utilizando folhas secas, serragem, galhos e quaisquer outros materiais do gênero". "É importante salientar, também, que o método gera um composto útil rapidamente e sem produzir mau odor, podendo ser feito tanto em casas quanto apartamentos."

Segundo Cleuzir da Luz, o projeto de extensão "busca propagar a ideia sustentável por meio de um contato direto entre universidade e comunidade e, para isso, por meio de parcerias com escolas de Chapecó, serão realizadas atividades e eventos voltados às instituições de ensino, com o auxílio dos estudantes".

Economia

"Além de ser um importante passo para a redução de resíduos e a educação ecológica da população local, a ação prevê uma grande economia no custeio do transporte do lixo orgânico de Chapecó até o aterro sanitário localizado em Saudades", afirma o diretor da Udesc Oeste.

Adotado em diversos municípios e instituições em Santa Catarina e em outros estados, o MLC já ganhou destaque nacional e internacional em premiações e publicações científicas.

Vaso compostor

No método, um recipiente pet de cinco litros com a parte superior cortada serve como vaso para compostar restos de comida doméstica e, depois, pode ser transformado em horta ou jardim interno. Os resíduos orgânicos devem ser depositados em camadas de 20 a 30 centímetros de altura e, depois, cobertos com material orgânico de difícil decomposição, como serragem, folhas secas, grama cortada e galhos triturados.

As camadas devem ser furadas, três vezes por semana, para receber oxigênio. Não é preciso irrigar. Após duas semanas, é possível plantar verduras, legumes, ervas, flores, entre outros, sobre as camadas.

Em 2020, um vídeo sobre como fazer um vaso compostor, produzido pelo Instituto Lixo Zero Brasil e pela Juventude Lixo Zero Brasil (Youth), viralizou na internet. Confira abaixo. 


Mais informações  

Mais informações sobre as oficinas em Chapecó podem ser obtidas pelo email cleuzir.luz@udesc.br e, sobre o projeto Lixo Orgânico Zero da Udesc Lages, pelo FacebookInstagram e YouTube

Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: comunicacao@udesc.br
Telefones: (48) 3664-7935/8009 
galeria de downloads
galeria de imagens
  • Ação apresentou Método Lages de Compostagem, criado pelo professor Germano Gutler
  • Imagem 3
  • Imagem 4
 
ENDEREÇO
Rua Beloni Trombeta Zanin 680E - Bairro Santo Antônio - Chapecó - SC
CEP: 89.815-630
CONTATO
Telefone: (49) 2049-9524
E-mail: comunicacao.ceo@udesc.br
Horário de atendimento:  07h às 19h
          ©2016-UDESC