Logo da Universidade do Estado de Santa Catarina

Centro de Ciências da Administração e Socioeconômicas

Notícia

01/10/2020-16h41

Doutorado em Administração conquista Prêmio Capes de Tese inédito para a Udesc

 
Laís em vídeo de 2018 falando sobre o projeto de pesquisa que  resultou na tese de doutorado premiada pela Capes - Reprodução
A pesquisadora Laís Silveira Santos, da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), foi a vencedora do 15º Prêmio Capes de Tese na área de Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo. O resultado do prêmio anual, inédito para um programa da Udesc, foi publicado nesta quinta-feira, 1º, no Diário Oficial da União.

A tese de Laís Santos sobre “a ética da gestão pública à luz da abordagem da racionalidade: os dilemas morais vivenciados na gestão de riscos e desastres em Santa Catarina”, orientada pelo professor Maurício Custodio Serafim, foi defendida em 2019 no Doutorado em Administração do Centro de Ciências da Administração e Socioeconômicas (Esag) da Udesc em Florianópolis.

A autora desenvolveu a tese no grupo de pesquisa Admethics - Ética, Virtudes e Dilemas Morais na Administração, da Udesc Esag.

Desastres em SC

A autora se dedicou ao estudo dos dilemas morais. São situações em que os gestores precisam escolher entre duas ou mais alternativas para tomar uma decisão ética. Só é possível escolher uma alternativa e essa escolha anula a possibilidade de realizar as outras. O objetivo foi entender como esses dilemas morais são decididos na gestão de riscos e desastres no Estado, em casos como o Furacão Catarina e as cheias do Vale do Itajaí de 2008.

O estudo concluiu que o reconhecimento e a compreensão de dilemas morais e do contexto em que surgem as decisões éticas podem dar boas pistas para formular melhores práticas de gestão pública. É possível assim analisar as questões morais por mais de uma perspectiva e caminho de ação, além de formar agentes públicos moralmente competentes e responsáveis.

Inédito

Esta é a primeira vez que um programa de pós-graduação da Udesc produz uma tese vencedora do Prêmio Capes. E a conquista veio de um programa novo (criado em 2015), por uma doutoranda ainda da primeira turma do Doutorado em Administração. Laís Santos também é graduada pela Udesc Esag, numa das primeiras turmas de Administração Pública, e sua tese de doutorado foi a terceira a ser defendida no programa.

“Após um ano da defesa da tese, além da alegria pelo reconhecimento de quatro anos de dedicação, o recebimento deste prêmio reforça a importância do debate e pesquisa sobre a ética na Administração Pública”, afirma Laís. “E o quanto ainda precisamos de mais trabalhos que se dediquem a fazer a ponte entre teoria e prática de problemas reais da nossa sociedade”.

Saiba mais sobre a tese assistindo ao vídeo da defesa - 23 de outubro de 2019:



Menções honrosas

Outras duas teses defendidas na Udesc receberam menções honrosas, nas áreas de Artes e de Educação. Além disso, a tese vencedora na área de Design teve a orientação de uma professora da universidade.

Juliano Reis Siqueira recebeu menção honrosa pela tese “Peciar e a formação do artista”, orientada pelos professores Jociele Lampert e Fernando Miranda, no Programa de Pós-graduação em Artes Visuais do Centro de Artes (Ceart) da Udesc.

Márcia Luzia dos Santos, do Doutorado em Educação do Centro de Ciências Humanas e da Educação (Faed) da Udesc, também recebeu menção honrosa pela tese “formação continuada na rede municipal de ensino de Florianópolis: financeirização da educação básica e a (con)formação docente”, orientada pela professora Mariléia Maria da Silva. 

O Prêmio Capes na área de Arquitetura, Urbanismo e Design foi para Rosimeri Franck Pichler, do Doutorado em Design da Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc). A tese “User-Capacity Toolkit – conjunto de ferramentas para guiar equipes multidisciplinares nas etapas de levantamento, organização e análise de dados em projetos de tecnologia assistiva”, foi orientada pela professora Giselle Merino, do Departamento de Design da Udesc Ceart.

Prêmio

O  Prêmio Capes de Tese é promovido anualmente pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), órgão regulador e de fomento da pós-graduação ligado do Ministério da Educação (MEC). A 15ª edição teve um recorde de 1.420 teses inscritas.

A iniciativa é resultado de uma parceria entre a Capes, Fundação Carlos Chagas, Comissão Fulbright e Instituto Serrapilheira. São premiadas cada uma das áreas de avaliação reconhecidas pela Capes. Entre os critérios de seleção estão originalidade, caráter inovador do trabalho e relevância para o desenvolvimento científico, tecnológico, cultural e social.

Os autores das teses selecionadas de cada uma das áreas de avaliação recebem uma bolsa de estágio pós-doutoral em instituição nacional. E os orientadores, um prêmio para participação em evento acadêmico-científico nacional, no valor de R$ 3 mil. No caso da área de Educação, os autores das teses vencedoras da área ou menções honrosas também recebem prêmios da Fundação Carlos Chagas.

Grande Prêmio

Há ainda o Grande Prêmio, para o melhor trabalho de cada uma das três grandes áreas do conhecimento: Ciências da Vida, Humanidades e Exatas. Os orientadores receberão R$ 9 mil para participação em congresso internacional e os autores ganharão uma bolsa para estágio pós-doutoral de 12 meses em uma instituição internacional. O resultado sai em dezembro.

Assessoria de Comunicação da Udesc Esag
Jornalista Carlito Costa
E-mail: comunicação.esag@udesc.br
galeria de downloads
galeria de imagens
  • Laís em vídeo de 2018 em que explicava o projeto de pequisa
 
ENDEREÇO
Av. Madre Benvenuta, 2037
Itacorubí, Florianópolis / SC
CEP: 88.035-001
CONTATO
Telefone: (48) 3664-8254 / 98843-2405
E-mail: dg.esag@udesc.br
Horário de atendimento:  13h às 19h