Please enable JavaScript to view the page content.
Logo da Universidade do Estado de Santa Catarina

Notícia

23/09/2020-19h38

Qualidade da água em rio de Presidente Getúlio é analisada pela Udesc Alto Vale

 
Rio dos Índios atravessa Presidente Getúlio - Foto: Div.
Uma pesquisa do Centro de Educação Superior do Alto Vale do Itajaí (Ceavi), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Ibirama, sobre a qualidade da água do Rio dos Índios, localizado no município de Presidente Getúlio, foi aprovado para publicação na Revista Ibero-Americana de Ciências Ambientais. A edição completa do periódico (volume 12, número 1) será lançada em 2021. Acesse o resumo do artigo.

Desenvolvido por professores e estudantes da Udesc Alto Vale, o estudo avaliou a qualidade da água a partir da análise de amostras com ensaios físico-químicos e série de metais.  

Segundo os pesquisadores, os resultados evidenciam possíveis fontes de contaminação do Rio dos Índios, resultantes das atividades humanas de urbanização, indústria e agricultura na região.  

Equipe

São autores do trabalho os docentes Luciano André Deitos Koslowski e Jonathan Tenório de Lima e os estudantes de Engenharia Sanitária Natânie Bigolin Narciso, Karina Lunelli e Eduardo Elias Engesser, que atuam como bolsistas de iniciação científica.

Luciano é docente efetivo do Departamento de Engenharia Civil, enquanto Jonathan atuou como professor substituto na unidade até 2019.  

Análises

Para a pesquisa, foram utilizados cinco pontos de amostragem ao longo do rio, compreendendo a zona rural, o perímetro urbano e a zona limítrofe entre essas duas áreas.

Nos ensaios físico-químicos, foram avaliados critérios como oxigênio dissolvido, temperatura, nitrato, nitrito, turbidez, pH, cor verdadeira e demanda bioquímica de oxigênio (DBO5).

Na série de metais, foram investigados alumínio, manganês, antimônio, arsênio, cádmio, chumbo, cobalto, cromo, estrôncio, ferro, molibdênio, prata, tálio, vanádio e zinco.

No estudo, os pesquisadores utilizaram a Análise de Variância (Anova), uma técnica de estatística, para verificar quais parâmetros mais variaram nos pontos de amostragem durante o período das coletas.

Resultados

"Alguns dados obtidos não atendem aos limites estabelecidos pela Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) na Resolução 357/2005", alertam os autores.
 
"Em relação aos parâmetros físico-químicos, a demanda bioquímica de oxigênio, e, na análise de metais, a presença de alumínio, manganês, arsênio e ferro estão acima do determinado pela legislação federal", informam.

A equipe destaca a importância do trabalho pelo fato da água ser "um recurso essencial à todas as atividades humanas, o que torna relevante o estudo da disponibilidade hídrica, bem como a sua qualidade".

Mais informações

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail luciano.koslowski@udesc.br.

Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: comunicacao@udesc.br
Telefones: (48) 3664-7935/8010

* Essa matéria foi atualizada às 21h50 de 23 de setembro de 2020.
galeria de downloads
galeria de imagens
  • Rio dos Índios atravessa cidade de Presidente Getúlio
 
ENDEREÇO
Av. Madre Benvenuta, 2007
Itacorubi, Florianópolis / SC
CEP: 88.035-901
CONTATO
Telefone: (48) 3664-8000
E-mail: comunicacao@udesc.br
Horário de atendimento: 13h às 19h