Logo da Universidade do Estado de Santa Catarina

Centro de Ciências Agroveterinárias

Notícia

09/10/2020-20h47

Udesc articula duas emendas parlamentares na Alesc para projetos de extensão

 
Reitor Baretta (à esq.) conversou com primeiro vice- presidente da Alesc nesta semana - Foto: Divulgação
A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) está articulando duas emendas parlamentares na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc) para projetos de extensão sobre cicloturismo e compostagem. Na última terça-feira, 6, o reitor da Udesc, Dilmar Baretta, conversou sobre o assunto com o primeiro vice-presidente da Alesc, deputado Mauro de Nadal.

Uma das emendas será destinada para o Circuito de Cicloturismo Velho Oeste, projeto de extensão que é coordenado pela professora Kiciosan da Silva Bernardi Galli, do Centro de Educação Superior do Oeste (CEO), e envolve 13 municípios da região da Associação dos Municípios do Entre Rios (Amerios).

Os recursos dessa emenda ajudarão o projeto da Udesc Oeste em ações como:

  • Promover as atividades do Circuito de Cicloturismo Velho Oeste;
  • Promover a interação entre os pontos de apoio do circuito;
  • Promover a interatividade e o diálogo entre os empreendimentos integrantes do circuito para criar novos percursos, com as rotas das Bebidas Artesanais e dos Aromas e Chás;
  • Desenvolver treinamentos de especialização e sensibilização sobre o turismo de bem-estar;
  • Qualificar os profissionais que integram o circuito por meio de reuniões, oficinas, minicursos e rodas de conversa na perspectiva do turismo de bem-estar;
  • Desenvolver as bases para a implantação da gameficação do circuito, com sistema de pontuação para os ciclistas a cada etapa concluída.
"A Polícia Militar de Santa Catarina faz parte do projeto, inclusive será um piloto no Estado. A PM fará todos os protocolos de segurança para o cicloturista que visita a nossa rota", destaca a professora Kiciosan.

Mais informações sobre o projeto podem ser conferidas abaixo, em documentário do programa "SC Nosso Destino é Aqui", da TVAL, sobre turismo regional no Oeste de SC.


Compostagem

A outra emenda parlamentar que a Udesc está articulando junto à Alesc será direcionada para ações no Estado do projeto de extensão Lixo Orgânico Zero, que é coordenado pelo professor Germano Güttler, do Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV), de Lages.

Quando o Lixo Orgânico Zero iniciou, em 2012, 50% do lixo depositado no aterro sanitário de Lages era resíduo orgânico. O percentual reduziu, ano a ano, até ficar abaixo de 32% em 2019, resultando em benefícios ambientais e na diminuição de gastos com coleta de lixo e destinação ao aterro sanitário.

Já houve adesão de mais de 80 instituições, como escolas, empresas e organizações, e estima-se que a economia anual obtida gira em torno dos R$ 2 milhões.

As ações do projeto são feitas por meio do Método Lages de Compostagem (MLC), que foi desenvolvido pelo professor Güttler a partir de 2010, e tem vantagens como custo baixo e simplicidade, podendo ser usado por qualquer pessoa.

O MLC consiste em depositar os resíduos orgânicos em canteiros, vasos, baldes ou jardineiras, em camadas de 20 a 30 centímetros de altura. Os resíduos devem ser cobertos com material orgânico de difícil decomposição, como serragem, folhas secas, grama cortada e galhos triturados, enquanto as camadas devem ser furadas para que recebam oxigênio três vezes por semana.

De acordo com o docente, uma das diferenças para as composteiras tradicionais é que seu método não serve somente de adubo para o plantio de alimentos. "A horta é a própria compostagem, o canteiro é a compostagem. E é, por isso, que ele é muito fácil de ser feito. Ninguém precisa usar pá ou enxada, ninguém vira terra."

Além disso, não é preciso irrigar, gerando também economia de água. "À medida que ele vai compostando, com 20 a 30 dias, ele forma uma capa de húmus muito grossa, e isso tem uma retenção de água muito grande – então não precisa molhar", explica Güttler.

No fim de 2019, o método começou a ser aplicado em uma jardineira na laje do Palácio Barriga Verde, da Alesc, em Florianópolis, com resíduos orgânicos do gabinete do deputado Nadal.

Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: comunicacao@udesc.br
Telefones: (48) 3664-7935/8010
galeria de downloads
galeria de imagens
  • Imagem 1
 
ENDEREÇO
Av. Luiz de Camões, 2090
Conta Dinheiro, Lages / SC
CEP: 88.520-000
CONTATO
Telefone: (49) 3289-9100
E-mail: comunicacao.cav@udesc.br
Horário de atendimento:  07h às 19h
          ©2016-UDESC