Please enable JavaScript to view the page content.
Logo da Universidade do Estado de Santa Catarina

Notícia

26/09/2019-15h15

Núcleo de Acessibilidade Educacional da Udesc amplia atendimento a estudantes

 
Sede do NAE central fica no terceiro andar da Biblioteca Universitária, em Florianópolis - Foto: Secom
A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) vem implementando, nos últimos anos, uma série de iniciativas voltadas a estudantes público-alvo da educação especial e/ou com necessidades educacionais específicas, buscando reforçar a acessibilidade educacional na instituição.

Entre as ações mais recentes, estão a inauguração de uma sala para o Núcleo de Acessibilidade Educacional (NAE) da instituição, no terceiro andar da Biblioteca Universitária (BU), na sede do Campus I, em Florianópolis, e a implementação dos NAEs setoriais em quase todas as unidades.

Vinculado à Pró-Reitoria de Ensino (Proen) e coordenado pela professora Rose Clér Beche, o NAE tem, como principal compromisso, viabilizar condições para a expressão plena do potencial dos estudantes durante o processo de ensino e aprendizagem, garantindo sua inclusão na universidade.

Criado no ano passado, o núcleo foi regulamentado pela Resolução nº 050/2018, do Conselho Universitário (Consuni), que estabelece suas atribuições, define o público-alvo e indica critérios para o atendimento. O órgão é composto por 14 servidores da Reitoria e de centros de ensino e conta com estudantes bolsistas, capacitados para atuar junto aos alunos atendidos.

A iniciativa integra o projeto Acolhe Udesc, previsto no Plano de Gestão 2016-2020.    

Jornada

Em junho deste ano, o núcleo realizou a segunda edição da Jornada da Inclusão do Público-Alvo da Educação Especial e de Estudantes com Necessidades Educacionais Específicas no Ensino Superior. 

Um dos objetivos do evento foi impulsionar as discussões junto aos centros de ensino para implementação dos NAEs setoriais e estimular ações de sensibilização e de superação das barreiras atitudinais. Nesta proposta, a jornada contou com a presença de representantes de instituições federais, estaduais e privadas, constituindo-se num espaço articulador de práticas e experiências inclusivas.

Autodeclaração

Uma das ações realizadas pelo NAE é o levantamento de estudantes que pertencem ao público-alvo, por meio da autodeclaração no processo de matrícula dos calouros e de rematrícula dos veteranos. Cerca de 500 estudantes fizeram autodeclaração e todos que buscaram o apoio do Núcleo estão sendo assistidos.

As características identificadas entre os acadêmicos incluem: deficiência auditiva, surdez, baixa visão, cegueira, deficiência física, deficiência mental, deficiência múltipla, autismo, déficit de atenção por hiperatividade, esquizofrenia, síndrome de Asperger, síndrome de Rett, superdotação e dificuldade de aprendizagem.

NAEs setoriais

A criação dos NAEs setoriais nas unidades, prevista na resolução em virtude da estrutura multicampi da instituição, visa fortalecer as ações inclusivas e atender com mais eficiência e qualidade os alunos do público-alvo dos diferentes centros da Udesc.

A aproximação física do núcleo com os estudantes favorece com a prontidão no atendimento das demandas surgidas e considera melhor às especificidades de cada curso, visto que os NAEs setoriais são compostos por técnicos e professores das unidades.

Nos centros de ensino, o acompanhamento dos alunos é feito em parceria com as chefias de departamento, com o objetivo de apurar necessidades e auxiliar no planejamento de ações. O trabalho inclui ainda orientações aos docentes, sugerindo encaminhamentos, recursos de acessibilidade e estratégias pedagógicas para minimizar dificuldades.

Sobre o núcleo

Um órgão de caráter permanente e natureza multidisciplinar, o NAE faz o acompanhamento educacional dos estudantes público-alvo da educação especial (Paee), que inclui pessoas com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento, altas habilidades/superdotação, e com necessidades educacionais específicas (NEE).

A regulamentação do núcleo foi resultado de debates e reflexões realizados desde 2017, pela comissão criada com essa finalidade, com participação da comunidade acadêmica. A construção do documento teve contribuição principalmente de diretores de Ensino, docentes e técnicos da universidade.

Segundo a pró-reitora de Ensino, Soraia Tonon da Luz, a implantação dos núcleos central e setoriais visa cumprir não somente as exigências disciplinadas pelas legislações sobre acessibilidade, mas atender as carências apresentadas no cotidiano da vida universitária nos diferentes centros da Udesc.  

Acesso e permanência

Rose Clér destaca que a institucionalização do órgão visa garantir aos alunos público-alvo condições de sucesso na universidade. "Cabe à universidade, como instituição pública que produz conhecimentos, vencer barreiras atitudinais, oportunizando de forma equânime o acesso e a permanência de todos no espaço da instituição", afirma a coordenadora.  

Para a coordenadora, a Udesc vivencia um momento de ações importantes na área, mas é preciso ir adiante. "Devemos pensar uma política de acessibilidade da instituição ampliando os debates em torno do tema. Só assim, teremos uma universidade cada vez mais inclusiva e, consequentemente, mais respeitosa para todos", conclui.

Mais informações sobre o NAE podem ser obtidas pelos telefones (48) 3664-8420 e 3664-8431, das 13h às 19h, e pelo e-mail nae@udesc.br.

Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: comunicacao@udesc.br
Telefones: (48) 3664-7935/8010
galeria de downloads
galeria de imagens
  • Sede do NAE central fica no terceiro andar da Biblioteca Universitária, em Florianópolis
 
ENDEREÇO
Av. Madre Benvenuta, 2007
Itacorubi, Florianópolis / SC
CEP: 88.035-901
CONTATO
Telefone: (48) 3664-8000
E-mail: comunicacao@udesc.br
Horário de atendimento: 13h às 19h