Please enable JavaScript to view the page content.
Logo da Universidade do Estado de Santa Catarina

Notícia

06/02/2020-18h47

Udesc cria comissão para definir layout de setores no novo prédio de Florianópolis

 
Udesc receberá prédio da Oi S.A. após vistoria prevista pela Anatel para 15 de março - Foto: Roberto Böell Vaz
Nesta quinta-feira, 6, a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) realizou a primeira reunião com a comissão de servidores responsável pelos trabalhos de mudança da Reitoria, da Biblioteca Universitária  e do Centro de Educação a Distância (Cead) para o novo prédio corporativo da instituição em Florianópolis, adquirido da empresa de telefonia Oi S.A. no fim do ano passado.

O grupo de trabalho ouvirá demandas de todos os setores envolvidos com a mudança e as enviará, até o dia 21, para a elaboração do layout do novo prédio, que será feito pela professora Michelle Souza Benedet, vinculada ao Departamento de Arquitetura e Urbanismo do Centro de Educação Superior da Região Sul (Ceres), em Laguna, e coordenadora do Escritório de Cooperação Técnica.

Fazem parte da comissão dez servidores: Cecília Coelho, David Silva, Graziela Delpizzo, Letícia Lazzari, Luiza Kleinubing, Maristela Coelho, Orestes Treviso Neto, Raimundo Nonato, Renato de Mello e Thiago Augusto. A reunião também contou com o atual reitor da Udesc, Marcus Tomasi, e do seu sucessor, Dilmar Baretta.

Entrega do prédio

A Udesc receberá o prédio da Oi S.A. depois da vistoria que será realizada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) em 15 de março, na última etapa necessária para finalizar a aquisição. O imóvel tem 11 mil metros quadrados de área em um terreno de 41 mil metros quadrados vizinho à sede do Campus I, na Avenida Madre Benvenuta, no Bairro Itacorubi, em Florianópolis.

A compra do prédio, no valor de R$ 79 milhões, representa um novo marco para expansão das atividades da universidade, que tem excelência em ensino, pesquisa e extensão.

O novo local deverá abrigar as estruturas da Reitoria, da Udesc Cead e da Biblioteca Universitária, com laboratórios, auditório, salas de reunião, postos de trabalho e 420 vagas de estacionamento, o que permitirá melhorar os espaços desses setores e ampliar o atendimento da biblioteca ao público externo.

Além disso, os prédios da sede do Campus I que forem desocupados pela Reitoria, pela Udesc Cead e pela Biblioteca Universitária serão alocados para a ampliação do Centro de Ciências da Administração e Socioeconômicas (Esag) e do Centro de Artes (Ceart).

"É uma aquisição histórica para a Udesc. Há tempos enfrentamos um estrangulamento de estrutura no Campus I, o que dificulta nossas atividades. A compra do novo prédio, bem ao lado do atual, resolve muitos problemas e nos abre novos horizontes para o futuro", avalia o reitor, Marcus Tomasi.

Processo de avaliação do imóvel

A Udesc contratou o serviço da Caixa Econômica Federal para fazer a avaliação do valor do imóvel, após a Oi S.A. ter ofertado a área por R$ 82.056.000. O laudo de avaliação do banco, no fim de novembro de 2019, apresentou valor mínimo de R$ 84,6 milhões e valor máximo de R$ 96,4 milhões.

Com base nesses valores, a Udesc enviou uma proposta de compra do imóvel à Oi S.A. por R$ 79 milhões, que foi aceita pelo Conselho de Administração da empresa.

A Udesc já fez um depósito de R$ 53 milhões em uma conta-garantia do Banco do Brasil. Após autorização judicial, o valor será liberado para a Oi S.A. O restante do valor será pago em mais quatro parcelas anuais: uma de R$ 3,5 milhões em 2020 e três de R$ 7,5 milhões nos anos seguintes, até 2023. No entanto, elas poderão ser antecipadas conforme a condição financeira da universidade nesse período.

A primeira parcela, de maior valor, foi paga por meio de economias realizadas no custeio da universidade em 2019 e em anos anteriores. As parcelas posteriores serão liquidadas da mesma maneira, com a economia obtida em cada ano.

Desde 2016, a Udesc tem feito um esforço administrativo para controlar as despesas de custeio e de pessoal, a fim de obter saldo financeiro positivo no fim de cada ano.

Outro prédio estava sendo avaliado

A gestão da universidade tem estudado alternativas desde 2016 para resolver as limitações de estrutura da sede do Campus I e permitir a expansão das atividades. Antes de avançar com a compra do imóvel da Oi S.A., a Udesc estava tratando da possibilidade de adquirir o prédio onde hoje funciona o Instituto Geral de Perícias (IGP), próximo ao Cemitério do Itacorubi.

A compra do prédio da Oi S.A., porém, mostrou-se mais vantajosa pela proximidade com a atual sede do Campus I e às melhores condições de abrigar a estrutura necessária para a universidade, como laboratórios e postos de trabalho. A boa condição física do local minimizará futuras despesas com reformas e adequação de espaços.

O que funciona no Campus I

O Campus I da Udesc é formado por seis unidades:

  • Reitoria
  • Centro de Ciências da Administração e Socioeconômicas (Esag)
  • Centro de Artes (Ceart)
  • Centro de Ciências Humanas e da Educação (Faed)
  • Centro de Educação a Distância (Cead)
  • Centro de Ciências da Saúde e do Esporte (Cefid)

Exceto a Udesc Cefid, que está localizada no Bairro Coqueiros, na parte continental de Florianópolis, as demais unidades listadas funcionam atualmente em área do Bairro Itacorubi, que recebe diariamente mais de quatro mil alunos e mil técnicos e professores da universidade.

A Udesc Esag será uma das beneficiadas com a aquisição, pois ocupará a parte do prédio onde hoje funciona a Reitoria. Com isso, praticamente duplicará sua capacidade física para o ensino, a pesquisa e a extensão nas áreas de Administração, Administração Pública e Ciências Econômicas.

Da mesma forma, a Udesc Ceart poderá utilizar outros prédios que serão desocupadas no atual terreno do Bairro Itacorubi pra ampliar suas atividades.

Já a Udesc Cead, responsável pelos cursos de graduação a distância, como Pedagogia e Ciências Biológicas, ampliará atividades no novo imóvel, com melhores condições estruturais para os servidores da unidade. A Biblioteca Universitária também ganhará espaço mais moderno no novo prédio.

A área da Oi S.A. equivale a cerca de 60% do tamanho do terreno atual da sede do Campus I da Udesc, no Bairro Itacorubi.

Sobre a universidade

A Udesc, que tem excelência no ensino superior atuando nas áreas de ensino, pesquisa e extensão, completou 54 anos em 2019 dispondo de uma estrutura multicampi, com 12 unidades distribuídas em nove cidades do Estado de Santa Catarina, na Região Sul do Brasil, além de 32 polos de apoio presencial para o ensino a distância, em parceria com a Universidade Aberta do Brasil (UAB), do Ministério da Educação (MEC).

Atualmente, são 15 mil alunos distribuídos em 59 cursos de graduação e 48 mestrados e doutorados, todos oferecidos gratuitamente. Mais de 95% dos professores efetivos são mestres e doutores.

Na pesquisa, a Udesc mantém 168 grupos certificados pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento e Tecnológico (CNPq), divididos em oito grandes áreas: Ciências Agrárias; Biológicas; da Saúde; Exatas e da Terra; Humanas; Sociais Aplicadas; Engenharias; e Linguística, Letras e Artes.

Professores e alunos da Udesc realizam mais de 700 ações de extensão por ano em diversas áreas para levar o conhecimento obtido no ensino e na pesquisa ao público externo. As ações gratuitas beneficiam mais de 600 mil pessoas anualmente.

Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: comunicacao@udesc.br
Telefones: (48) 3664-7935/8010

* Esta matéria foi atualizada às 16h30 de 7 de fevereiro de 2020.
galeria de downloads
galeria de imagens
  • Imagem 1
  • Imagem 2
 
ENDEREÇO
Av. Madre Benvenuta, 2007
Itacorubi, Florianópolis / SC
CEP: 88.035-901
CONTATO
Telefone: (48) 3664-8000
E-mail: comunicacao@udesc.br
Horário de atendimento: 13h às 19h