Please enable JavaScript to view the page content.
Logo da Universidade do Estado de Santa Catarina

Notícia

05/04/2013-20h53

Udesc recebe 40 exemplares de livro em quadrinhos sobre Guerra do Contestado

 
Autor (à esq.) apresenta livro para pró-reitores - Fotos: Rodrigo Brüning Schmitt/Ascom Udesc

O escritor Eleutério Nicolau da Conceição doou 40 exemplares do livro em quadrinhos "Histórias de Santa Catarina - A Saga do Contestado", que traz os principais acontecimentos da guerra ocorrida entre 1912 e 1916, para a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) nesta quinta-feira, 4. O autor foi recepcionado pelos pró-reitores de Administração, Vinícius Perucci, e de Ensino, Luciano Hack, e contou detalhes da obra, lançada no fim de 2012.

Segundo Conceição, parte do livro foi desenvolvida inicialmente em 2004 e 2005, em trabalhos realizados em preto e branco. "No ano passado, retomei a produção, refiz os desenhos e completei a história", explica.  

A obra tem capa dura e 160 páginas de papel couchê com mais de 600 quadrinhos, que foram feitos com lápis, nanquim e aquarela e depois digitalizados, etapa na qual os textos foram inseridos.

Autodidata desde criança, o escritor afirma que a prática com desenhos foi retomada depois que se aposentou como professor de Física pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Já o interesse pelo conflito no Contestado é antigo e surgiu nos anos 1970, quando assistiu ao filme "A Guerra dos Pelados", do cineasta Sylvio Back.

Conflito em área disputada por SC e PR

Tendo as principais obras sobre o tema como bibliografia, "A Saga do Contestado" mostra como ocorreu o confronto de tropas da República e das então províncias de Santa Catarina e Paraná contra a população cabocla, expulsa de suas terras por obras da Brazil Railway e da subsidiária Southern Brazil Lumber & Colonization Company.

Rica em erva-mate e madeira, a área do conflito era chamada de Contestado por ser disputada entre as duas províncias e tinha 40 mil quilômetros quadrados, indo desde Porto União, no norte, até Campos Novos, no sul, e de Curitibanos, no leste, até Dionísio Cerqueira, no oeste.

"Foi um momento em que a identidade de Santa Catarina estava em formação", comenta Eleutério Conceição. De acordo com o autor, o cerne da história do evento, que foi finalizado com a vitória das tropas, está bem definido, mas há pequenos pontos que podem ser acrescentados.

Além disso, existe uma série de aspectos que ainda não estão totalmente esclarecidos, como o verdadeiro passado do monge José Maria, primeiro líder dos caboclos na guerra, e o número de mortos no conflito, cujas estimativas vão de dez mil até 20 mil. 

Distribuição dos exemplares

Impressa com patrocínio da empresa Tractebel, por meio da Lei Rouanet, a primeira edição do livro tem 3 mil exemplares, que não estão disponíveis para venda.

Desse total, 1.400 foram entregues à Secretaria Estadual de Educação para distribuição em escolas mantidas pelo Governo de SC, enquanto outros 350 foram repassados à Tractebel e a mesma quantidade para Conceição e sua equipe.

Os demais exemplares foram doados a secretarias municipais de educação da Grande Florianópolis, ao Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina (IHGSC) e a bibliotecas da Capital e do Estado, entre as quais as da Udesc.

"O objetivo é popularizar o conhecimento da história de Santa Catarina", declara o autor, que comemora a repercussão da obra. "Há interessados em apoiar uma segunda edição."

Assessoria de Comunicação da Udesc
Jornalista Rodrigo Brüning Schmitt
E-mail: rodrigo.schmitt@udesc.br
Fone: (48) 3321-8143
galeria de downloads
galeria de imagens
notícias relacionadas
 
ENDEREÇO
Av. Madre Benvenuta, 2007
Itacorubi, Florianópolis / SC
CEP: 88.035-901
CONTATO
Telefone: (48) 3664-8000
E-mail: comunicacao@udesc.br
Horário de atendimento: 13h às 19h
          ©2016-UDESC