Please enable JavaScript to view the page content.
Logo da Universidade do Estado de Santa Catarina

Notícia

20/06/2017-12h05

Casca de banana na dieta da vaca melhora poder antioxidante do leite, aponta estudo da Udesc Oeste

 
Pesquisa foi feita na graduação e na pós-graduação de Zootecnia - Foto: Nicole Barbieri/Ascom Cidasc
O uso do subproduto da banana, como cascas e frutos impróprios para a sua industrialização, pode suprir as necessidades nutricionais nas dietas de vacas leiteiras e é uma alternativa viável de utilização de resíduos agroindustriais, além de contribuir para melhorar o poder antioxidante do leite.

A conclusão é de uma pesquisa que foi elaborada pelo aluno Renato Augusto Conte no curso de Zootecnia do Centro de Educação Superior do Oeste (CEO), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), e aplicada na dissertação do Mestrado em Zootecnia, com orientação da professora Ana Luiza Bachmann Schogor.

A banca do mestrado foi composta pelo professor André Thaller de Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV), da Udesc em Lages, pelo docente Claiton Zotti, da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoeste), campus de Xanxerê, e pela professora Ana Luiza.

O estudo avaliou a composição bromatológica, métodos de armazenamento da casca de banana in natura (Cbin) e desempenho de vacas em lactação alimentadas com resíduo (casca e e frutos de descarte), proveniente do beneficiamento para produção de banana desidratada e demais coprodutos destinados à alimentação humana.

Os experimentos foram realizados em parceria com uma propriedade que desenvolve bovinocultura leiteira em Fraiburgo, enquanto as análises foram efetuadas no Laboratório de Nutrição Animal da Udesc Oeste.

Armazenagem

O estudo concluiu também que a ensilagem foi a melhor forma de armazenagem, já que houve recuperação  de alimento (em matéria seca) do que o armazenado sob condições aeróbicas (expostas ao ar), independentemente do período de armazenamento.

Também foi avaliado o fornecimento do subproduto da banana para vacas leiteiras, em substituição à silagem de milho nas proporções de 0%, 18%, 36% e 54% da dieta. A inclusão do subproduto da banana até o nível de 54% não alterou a produção e a composição do leite de vacas holandesas, utilizadas para a realização da pesquisa.

Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: comunicacao@udesc.br
Telefones: (48) 3664-8006/8010
galeria de downloads
galeria de imagens
  • Imagem 1
 
ENDEREÇO
Av. Madre Benvenuta, 2007
Itacorubi, Florianópolis / SC
CEP: 88.035-901
CONTATO
Telefone: (48) 3664-8000
E-mail: comunicacao@udesc.br
Horário de atendimento: 13h às 19h